You are currently browsing the tag archive for the ‘rock’ tag.

These boots are made for walking. Ela ja foi sinonimo de punk. Calçou centenas de milhares de pes dos legitimos adoradores do genero na Inglaterra e, pasmen, sobreviveu ate os dias de hoje. E para comemorar o cinquentenario, a dr. Martens lançou um site com 10 videos de 10 classicos cult regravados por 10 queridinhos da musica. Estao la o coletivo N.A.S.A., The Noisettes, Buraka Som Sistema, The Cinematic Orchestra, The Black Rebel Motorcycle Club, Dam-Funk e The Duke Espirit. Em breve tem Raveonettes, Michael Davis of MC5 & D.O.A. e VERBAL + YOON. Aqui o modelo que eu escolheria pra passear por ai, fica com o N.A.S.A e tente reconhecer Buzzcocks na voz de Shingai Shoniwa.

isso mesmo…uma over de Mick Jagger…pela bagatela de U$ 7 comprei um livro com fotos incriveis dos Rolling Stones…sempre fui mais eles que os Beatles…e fiquei apaixonada pelo Mick Jagger…da pra entender porque a mulherada ficava doida…separei algumas fotinhos pra fazer bastante ai ai….

100_1631

100_1634

100_1629

100_1633

100_1632

100_1636

100_1637

100_1638

100_1639

momento histeria…

100_1630

posso não entender nada de moda mas para mim o melhor desfile da Casa foi disparado o do Walério Araújo…o tema parecia confuso…rock medieval…heim ?? isso mesmo !!! mas o resultado na passarela foi simplesmente in-crí-vel !!! preto, quilos e quilos de pérolas e o vermelho exu predominaram…se você acha que ele só faz roupas pra trava pode ir mudando seu conceito…uma coleção mais rock n´roll impossível…e isso porque encontrei ele no primeiro dia, tranquilésimo dizendo: bee, ainda não sei como vai ser meu make !! se conhece as tradicionais camisetas de banda da Galeria do Rock precisa ver no que Walério transformou…numa cartola a cara do Kurt Cobain, paletó do Iron Maiden, meia-calça do Kiss, além de vestidos de caveiras bordadas com pérolas e luvinhas imitando esqueleto com pérolas…sem palavras…quero tudo !!!

walerio_vermelho

walerio_vestido-caveiras

walerio_cartola-nirvana

walerio_meia-kiss

walerio_manson

walerio_luvas-caveira

walerio

pode ir lustrando o all star que hoje tem bailinho do inferno com direito a titio nas carrapetas lá na funhouse…

DA REPORTAGEM LOCAL

As bandas que cresceram sob o termo “novo rock” não traziam essencialmente nada de novo ou de inovador em suas músicas. Mas foi a primeira geração a se consolidar sob os mais recentes paradigmas da indústria musical (internet, MP3, blogs). E deram novo sentido à expressão “hype”.
Em julho de 2001, os Strokes faziam show no clube Heaven (capacidade: 1.200 pessoas), em Londres, com lotação esgotada. Os ingressos oficiais custavam o equivalente a R$ 32; mas os cambistas chegavam a vender por R$ 500. Os Strokes, na época, ainda não tinham lançado um disco.
Muitas críticas diziam que a banda era fruto do hype teoricamente criado por jornais e revistas britânicos, como “NME” e “The Guardian”. E que a banda teria data de validade curta -não duraria muito, seria esquecida com o passar dos anos.
Mas, ao mesmo tempo, essas críticas não faziam sentido para os adolescentes do mundo inteiro que trocavam pela internet músicas como “The Modern Age” e “Last Nite”. Quando “Is This It”, o primeiro álbum dos Strokes, chegou às lojas, em setembro de 2001, pelo menos metade de suas faixas já eram cantadas pelos fãs.
Mas o apelo dos Strokes não era restrito apenas ao modo como suas canções eram veiculadas on-line. Suas músicas, com uma economia de elementos (linhas de guitarra, de bateria) que atualizava o rock de décadas passadas, fazia par perfeito com outras bandas que surgiam na época, especialmente em Nova York: Interpol, Yeah Yeah Yeahs, Radio 4, Liars…
Enquanto os Strokes e o trio Yeah Yeah Yeahs mergulhavam no rock de garagem dos anos 70, Interpol e Radio 4 buscavam fontes no pós-punk britânico do início dos 80 (Gang of Four, Joy Division etc.).
Fora de Nova York, o “novo rock” era liderado pela dupla de Detroit White Stripes e seu proto-punk-blues minimalista. Da Califórnia, vieram os soturnos Black Rebel Motorcycle Club; da Inglaterra, Pete Doherty e seu Libertines; da Suécia, o garageiro Hives; da Austrália, o Vines, filho do Nirvana.
Essas bandas aconteceram devido ao hype feito em torno delas? Sete anos depois, elas ainda importam?
Bem, os Strokes talvez nunca mais façam algo como “Is This It”, e o White Stripes provavelmente não consiga compor um riff tão poderoso quando o de “Seven Nation Army”. Mas marcaram uma época, e geraram frutos como Arctic Monkeys, The Cribs, The Fratellis e, no Brasil, gente como Moptop e Rock Rocket. (THIAGO NEY)

calma…não se trata de mal-humor, saco-cheio ou coisa assim…a dica é a mais nova balada aqui de Sampa…O Clube Praga foi inaugurado finalzinho do mês passado pelo Mairena…é mais uma boa opção alternativa na noite da cidade…

a casa funciona de quarta a domingo, na Turiassu, logo ali em Perdizes…a cada dia, uma programação especial…nas quartas é a vez da czech it out!, festa dedicada ao melhor do black, ou seja, jazz, hip-hop, funk, rap e tudo o mais…quinta foi eleita a noite dele…wayne coyne…na coyne4prez só o melhor do indie…já as sextas são dedicados ao velho e bom rock n´roll nas noites rewind….para os sábado, ficou o espaço para o que há de mais vanguarda no rock, no fastforward…e a cada noite um DJ ou banda diferente…

fui na sexta ver firefriend…a casa é tipo inferninho mesmo…para quem curte a funhouse, vai se encantar…a pista de dança pequena me lembrou as velhas e boas noites do Matrix…não me pergunte por que…luz lusco-fusco….sofás para se jogar…fog da fumaça que encarna na gente e corredor pra se espremer…e no bar, bohemia e stella artois…o engraçado são as promoções…na sexta é a vez da “bohemia, que me tens regresso” e no sábado “ménage à artois”…aproveita pra ir que ainda não virou “baladinha do momento bombando”….mas antes, confira o que vai rolar no http://www.clubepraga.com.br…mas vá….

praga.jpg

essa dica vem da amiga Laureta do link aí do lado (Moda pra Ler). Andando pelas ruas de Londres no mês passado ela deu de cara com as novas mochilas da Eastpak. A linha Rockbags vem assinada por uma turma do rock: tem modelo do Ozzy Osbourne, Slash, Motorhead. Confere abaixo as mochilas assinadas pela galera do The Hives, Prodigy e Kaiser Chiefs. Pra ver a linha inteira é só clicar no http://www.eastpack.com.

mochilaeastpack.jpg

se eu tivesse um homem pra chamar de meu, faria ele usar a nova linha da Target. Inspirado no camaleão David Bowie, o inglês Keanan Duffty criou peças pra quem curte um rock n´roll e gosta de ficar bonito na foto.”Nascido músico que virou designer”, tem suas peças nos guarda-roupas da galera do Sex Pistols, Smashing Pumpkins, Aerosmith, o próprio Bowie, Ozzie Osbourne e Wilco, entre outros. Uma coleção simples, despojada e chique no úrtimo, assim como o muso inspirador. Tudo bem, poderia não ter um Julian Casablancas ou um Fabrizio Moretti lá em casa, mas que o gato ficaria ainda mais gato nesta camisa branca sequinha, gravatinha fina e jaqueta estilosa, ah, isso eu tenho certeza ! dá pra ver a coleção inteira no http://www.target.com/Young-Men/b/ref=nav_t_spc_2_17/601-0109679-0249761?ie=UTF8&node=15751951

stroke_bowie.jpg

stroke_bowie_polo.jpg